Sobre marcas, rótulos e boa comunicação de vinhos e produtores

image

Hoje a maioria das vendas de vinho é feita off trade, no sector retalhista (supermercados, hipermercados, internet,… ): quase 80% em Portugal e 60 % em todo o mundo, segundo os mais recentes dados da Nielsen.

O que leva a escolher um vinho entre as centenas de vinhos no linear? Quais os factores decisivos?

Compreender o comportamento das pessoas face ao linear (as infindáveis prateleiras de vinhos nos supermercados) é um passo importante para melhorar o desempenho de um vinho. Na Austrália os produtores têm levado muito a sério os estudos nesta área. Através do projecto Winepreferences e do GWRDC (Greap and Wine Research and Development Corporation) descobriram que a maioria dos compradores de vinho permanece frente ao linear menos de 1 minuto. Só uma minoria de conhecedores se demora mais de 15 minutos. Isto quer dizer que um vinho tem de ser capaz de chamar a atenção em alguns segundos.

O estudo “How does shelf information influence consumer’s wine choice” conclui que muitas pessoas se sentem perdidas entre centenas de castas, regiões, produtores, marcas. E optam por estratégias de decisão, como fixar um intervalo de preço. A não ser que conheçam o vinho ou tenham uma recomendação de um amigo, a maioria decide com base na aparência. Mas quais os elementos que são mais atraentes para os consumidores?

A recente tecnologia eye tracking (que segue todos os movimentos do olhar) tem sido usada  para identificar como vemos os elementos de um rótulo. Estudos publicados pelo Open Food Science Journal e na Wine Business mostram que, mesmo se predispostos a procurar um vinho ao acaso na prateleira, não vemos cerca de 30% das garrafas expostas. Porquê? Os investigadores avaliaram o padrão do olhar sobre rótulos de vinhos com design variado: tipo e tamanho de letra, imagem e mensagem. Os resultados mostram o que atrai os consumidores:

  • A imagem/ilustração no centro do rótulo é a primeira a ser observada e por mais tempo. Assim, a sua escolha é muito importante.
  • A fonte (tipo de letra) é importante: fontes maiores têm melhores resultados.
  • As mulheres tendem a ser mais sensíveis aos elementos visuais do que os homens, preferindo cores vibrantes e tipografias extravagantes.

Ao afinar a combinação de posição, tamanho e cor de elementos de design os produtores podem aumentar as hipóteses do seu vinho ser o escolhido. Veja agora a opinião dos especialistas em winedesign sobre como fazer um bom rótulo de vinho.

 

Rita Monteiro, copywriter Wine & Shine

Quer usar o poder de um bom rótulo para criar ou refrescar a imagem dos seus vinhos? Fale connosco.

Se gostou deste artigo, talvez goste de ler também:

Há 1 ano
Share