Sobre marcas, rótulos e boa comunicação de vinhos e produtores

Um bom rótulo de vinho não é necessariamente o mais bonito. É aquele que é eficaz a fazer um vinho saltar da prateleira para o cesto de compras do cliente. Capaz de passar uma mensagem relevante para o consumidor e criar uma relação duradoura com a  marca. Como criar um bom rótulo de vinho? O que parece simples no design de rótulos de vinho é mais complicado. Os especialistas em winedesign explicam:

image

 1º Tem de ter uma imagem forte -  “O desafio é trabalhar um pedaço de papel pequenino onde tens que chamar a atenção em 2 segundos” explica Paal Myhre, responsável pela Myhre Design e designer de muitos dos mais marcantes rótulos de vinhos portugueses.  As recentes pesquisas com Eye tracking confirmam: a imagem central é a primeira a ser observada e por mais tempo. Tem de se destacar à distância. Por isso, da próxima vez que o designer insistir em contratar o serviço de um ilustrador profissional dê-lhe ouvidos. Poupar aqui pode ser um mau negócio.

image

2º Dá informação relevante,  bem hierarquizada – Para Neil Tully, winedesigner da britânica Amphora Design “num segundo momento, à distância de um braço, o rótulo deve passar toda a informação relevante para consumidor. …Pode ser o nome, país ou a casta, mas isso tem de ser feito de uma forma consistente.” Esta é a sua mensagem e tem de ser pensada com cuidado e estratégia.

 

image

3º Perdura no tempo:  “Os rótulos têm de durar no mínimo 2 ou 3 anos para impor-se como marca, não é instantâneo.” diz Paal Myhre. De que serve seguir a tendência, se num ano fica fora de moda? Neil Tully chama a atenção para que um bom rótulo deve ter uma terceira dimensão, quando já na mesa dá a ver ao cliente pormenores que lhe escaparam na loja. “Uma parte fundamental é a produção gráfica” acrescenta Paal Myhre. “Parte do  meu trabalho é assistir na produção. Se não o fizer não resulta. Eu diria que a produção gráfica é 30%. Uma coisa é ver no ecrã…  impresso, é completamente diferente.”

Um bom rótulo não salva um mau vinho. Mas o casamento de um vinho agradável ao preço adequado, com um bom rótulo é o segredo de marcas de sucesso: amadas e escolhidas, vez após vez. 

Rita Monteiro, copywriter Wine & Shine

Rótulos Ciconia, Herdade dos Grous e Julia Kemper por Paal Myhre. A Myhre Design  integra a Wine & Shine. Se precisa de ajuda especializada para criar o rótulos dos seus vinhos fale connosco.

Se gostou deste artigo, talvez goste de ler também:

Há 11 meses
Share